Simpósio Equipe multidisciplinar no atendimento do AVC

Simpósio Equipe multidisciplinar no atendimento do AVC

No dia 29 de outubro de 2016 aconteceu o Simpósio Multidisciplinar no Atendimento do AVC, o qual teve como objetivo aproximar os profissionais de saúde de diversas áreas do cuidado ao paciente com AVC, tanto na fase aguda quanto na reabilitação. Ainda, teve como intuito a apresentação das condutas adotadas na Unidade de AVC integral do Hospital Municipal São José (HMSJ), que conta com uma equipe especializada no atendimento desta demanda.

A importância de uma atuação interdisciplinar apresentou-se como destaque no acompanhamento efetivo do paciente e seus familiares. Nesse sentido, foi possível identificar a multiplicidade das necessidades no contexto do AVC, bem como discutir o futuro desta patologia, considerando o estilo de vida atual e o envelhecimento da população que são fatores de risco significativos.

Frente ao exposto, considerou-se relevante neste evento a multiplicação do conhecimento, de forma que o paciente vítima de AVC possa ser atendido nos mais diversos contextos de saúde, sendo intra ou extra hospitalares.

Assim, destaca-se que o evento contou com a participação de diferentes profissionais da saúde, totalizando cerca de 82 pessoas.

As palestras ministradas foram:

  • Epidemiologia AVC Mundo X Joinville, 20 anos;
  • Protocolo de AVC no atendimento pré-hospitalar e sala de emergência;
  • Casos clínicos de trombólise: a importância da equipe;
  • Evidências na Unidade AIT, AVC menor e U-AVC;
  • Equipe interdisciplinar na fase aguda e subaguda do AVC, adequação a portaria 665 e experiência U-AVC em Joinville;
  • Fisioterapia no AVC agudo: do cuidado à reabilitação U-AVC;
  • Atuação fonoaudióloga no paciente com seqüela de AVC;
  • Abordagem nutricional;
  • Comprometimento cognitivo no AVC: papel da psicologia;
  • Acesso à reabilitação: (Ênfase em fisioterapia);
  • AVC – A vida continua.

De maneira geral, salienta-se que a abordagem do evento foi essencial para que os profissionais se integrassem e compreendessem a atuação interdisciplinar no atendimento do AVC.

 

Deixe uma resposta